Manual de Surf

Manual de Surf (Ondulação)

 

forma da onda de duas formas: Primeiro a verticalidade do pico da onda é porprocional desnível do fundo do mar. Quando a ondulação passa por uma zona do fundo do mar mais elevada a onda quebra com mais força, atirando a parte de cima da onda(“lip”) para a frente, fazendo com que a onda seja tubular.

Segundo: o alinhamento dos contornos relativos à direcção da ondulação determina a duração do processo da quebra. Quando a ondulação corre sobre um fundo inclinado, continua a quebrar durante o tempo que essa configuração do fundo do mar durar. Quando a ondulação dá a volta a uma baía ou uma ilha, a onda que quebra diminui gradualmente de tamanho. Para locais específicos de surf, o estado das marés (maré alta ou baixa) pode ter um papel importante na qualidade das ondas ou nos perigos de surfar nesses locais. As variações das marés mudam extremamente entre as várias regiões globais do surf e o efeito que a maré tem em determinados locais pode variar extremamente dentro de cada área.

Deves estar sensível a todos estes factores para conheceres um local de surf e cada local é diferente, uma vez que a topografia do fundo do mar de um local é diferente de qualquer outro. Mesmo nas praias, onde o fundo do mar é de areia estes mudam de forma de semana para semana, por isso, muitas vezes, para apanhares boas ondas tem de haver dedicação.

Nos dias de hoje, a previsão do surf é ajudado por avançadas tecnologias da informação, por meio de um modelo gráfico matemático que descreve o tamanho e direcção da ondulação que se movimenta à volta do globo. Bons sites para visitar são por exemplo o www.windguru.com ou www.magicseaweed.com.